Arquivo para 8 de dezembro de 2009

08
dez
09

A MANCHETE QUE ESTÁ SENDO OMITIDA – “CNI-IBOPE

Por Reinaldo Azevedo(VejaOnline):

Serra volta a subir e aumenta vantagem sobre Dilma”

Há dias, foi divulgada uma pesquisa CNT-Sensus que apontava uma queda de intenções de voto para a Presidência no tucano José Serra. O jornalismo online fez um escarcéu. Até Clésio Andrade, misto de moralista contumaz e presidente da Confederação Nacional de Transportes, deu entrevista como analista político. Pois é… Falou-se em mudança de patamar de intenções de voto. Ciro Gomes saiu prevendo a desistência de Serra — e lhe deram um amplo espaço para falar o que lhe viesse à veneta, como de hábito. Como sabemos, este rapaz adora falar antes e, se houver tempo, pensar depois. Quase nunca há.

Foi divulgada hoje uma nova pesquisa CNI/Ibope. No cenário mais provável, os números são estes:
Serra – 38%
Dilma – 17%
Ciro Gomes – 13%
Marina Silva – 6%

O que aconteceu em relação ao cenário de 22 de setembro, data da pesquisa anterior do CNI-Ibope? Serra foi o único que, tecnicamente, ganhou voto: a margem de erro é de dois pontos para mais ou para menos, e ele acresceu três pontos. Ciro caiu. Dilma cresceu a margem de erro, e Marina caiu na margem. Na pesquisa anterior, neste mesmo cenário, os números eram estes:
Serra – 35%
Dilma – 15%
Ciro – 17%
Marina – 8%

AGORA PRESTEM ATENÇÃO
Sabem qual é a manchete da Folha Online? Esta: “Dilma abre vantagem sobre Ciro; Serra lidera corrida”. E se lê na reportagem: “Apesar da vantagem do tucano, que recebeu 38% das intenções de voto em novembro, a pesquisa mostra o crescimento da ministra Dilma Rousseff (Casa Civil), pré-candidata do PT ao Palácio do Planalto, se consolidando em segundo lugar na disputa.”

Sabem qual é a manchete do Estadão Online? “Ministério divulga novo gabarito oficial do Enem”. Na seção de política, há ao menos um título, embora não manchete: “CNI/Ibope: intenção de voto em Serra sobe para 38%”.

Voltem aos números. Em setembro, a diferença entre Serra e Dilma era de 20 pontos percentuais. Em dezembro, ela é de 21 pontos. Por que o texto da Folha Online, por exemplo, afirma: “Apesar da vantagem do tucano (…), a pesquisa mostra o crescimento de Dilma…”? A rigor, não mostra: ela variou dentro da margem de erro. E se pode dizer não mais do que “PROVAVELMENTE está à frente de Ciro, o que não é certo: com margem de erro de dois pontos para mais ou mais menos, ambos podem estar com 15%… É o menos provável, mas podem.

Ademais, convenha-se: dado o massacre noticioso, às vezes “noticioso” e publicitário do lulo-petismo, tal resultado não deixa de ser surpreendente.

Esta pesquisa resolveu não dar truque no eleitor e não trouxe indagações especiosas sobre como ele veria, por exemplo, a união entre Aécio Neves e Ciro… O Ibope também testou o comportamento do eleitor caso Aécio estivesse no lugar de Serra. Eis o resultado:
Ciro Gomes – 26% (28% em setembro)
Dilma Rousseff – 20% (18% em setembro)
Aécio Neves – 14% (13% em setembro)
Marina Silva – 9% (11% em setembro)

08
dez
09

Lula, o sagrado, e Dilma, a demasiadamente humana

Por Reinaldo Azevedo(VejaOnline)

“Não vai falar sobre a popularidade de Lula e de seu governo?” Ora, claro que vou.

Em relação a setembro, cresceu de 69% para 72% o índice dos que consideram o governo ótimo ou bom, e caiu de 9% para 6% os que o avaliam como ruim ou péssimo. Dizem que ele é regular 21% (em setembro, 22%). Há três meses, 81% aprovavam a maneira como Lula governa; agora, esse número é de 83%. A desaprovação recuou de 17% para 14%.

São números que enchem os petistas de esperanças. A aposta é que todo esse prestígio, ou pelo menos uma grande parte, será transferido para Dilma. Isso é possível? Vamos ver.

E quando “Lula, O Filho do Brasil” chegar às massas? O presidente alcançará 130% de popularidade, seduzindo, de antemão, gerações futuras? É possível, né? Talvez seja o caso de se especular se a mitificação do presidente e sua quase santificação em vida não concorrem para tornar ainda mais apagada a figura de Dilma. Quanto mais ele avança no território do sagrado, mais demasiadamente humana ela pode se mostrar. E talvez isso não seja assim tão bom para os petistas:
a – se dizem que ela é ele, ninguém acredita;
b – se dizem que ela é diferente dele, os fiéis, então, ficam insatisfeitos.

08
dez
09

Os votos consolidados de Serra e Dilma e o índice de conhecimento

Por Reinaldo Azevedo (VejaOnline)

Há outros números na pesquisa a serem considerados. O levantamento também avalia a consolidação de votos dos pré-candidatos e seu potencial eleitoral. Para tanto, há duas categorias:
– “com certeza votaria no (a) candidato (a)”
– “poderia votar”
Os três números que aparecem referem-se às pesquisas de junho, setembro e dezembro.

AÉCIO
– com certeza: 8%, 9%, 9%
– poderia: 21%, 20%, 24%

CIRO
– com certeza: 10%, 13%, 11%
– poderia: 38%, 36%, 35%

DILMA
– com certeza: 13%, 11%, 14%
– poderia: 26%, 21%, 19%

SERRA
– com certeza: 27%, 22%, 25%
– poderia: 38%, 38%, 33%

Vejam que interessante. De junho para cá, a presença de Dilma Rousseff naquilo que os petistas chamam “mídia” aumentou muito, não? É Dilma pra cá, Dilma pra lá… E o que aconteceu nesse período? O número dos que não votariam nela de jeito nenhum cresceu de 34% em junho para 41% — um avanço de sete pontos (em setembro, era de 40%).

Agora avaliem os dados sobre o “conhecimento” que os eleitores têm dos pré-candidatos (os números são de junho, setembro e dezembro):
DILMA
Conhece bem – 9%, 9%, 10%
Conhece mais ou menos – 27%, 23%,22%
Conhece pouco – 24%, 21%, 24%
Conhece de ouvir falar – 25%, 34%, 32%
Não a conhece – 15%, 12%, 10%

Vamos ver essas mesmas categorias para SERRA:
Conhece bem – 31%, 27%, 31%
Conhece mais ou menos – 45%, 39%, 38%
Conhece pouco – 13%, 19%, 18%
Conhece de ouvir falar – 9%, 13%, 11%
Não a conhece – 1%, 1%, 1%

Serra já disputou uma eleição presidencial, é verdade. Mas há quanto tempo sua atuação política está restrita ao estado de São Paulo, em contraste com Dilma Rousseff, que segue o presidente Lula aonde que ele vá, no Brasil ou no exterior? Quem está mais presente na chamada “mídia nacional”? Quem, nos últimos seis meses, teve mais chance de falar, vá lá, para o Brasil? Quem está sob a coordenação de Franklin Martins para ocupar espaço na tal “mídia regional”?

Os petistas podem se animar e pensar que o que falta à sua candidata é exposição. Mas pergunto: falta? Em seis meses, Dilma não terá aparecido o bastante para ao menos aumentar um tantinho o “conhece bem”? No máximo, nota-se um salto, de junho para setembro, no “conhece de ouvir falar”, o que pode explicar o declínio do “conhece mais ou menos”. Há uma hipótese aí: talvez ela tenha dificuldade para despertar o interesse do eleitor. A esperança dos petistas: LULA VAI REVERTER ESSE QUADRO!

Aliás, convenhamos: ESSA É A ÚNICA ESPERANÇA DE DILMA.

08
dez
09

Kaká, Marta e Cristiane são finalistas em prêmio da Fifa

Além do brasileiro do Real Madrid, Cristiano Ronaldo, Messi, Iniesta e Xavi disputam o título de Melhor Jogador, Messi, Iniesta e Xavi disputam o título de Melhor Jogador

ZURIQUE – A Fifa anunciou nesta segunda-feira os finalistas ao prêmio de melhor jogador e jogadora do mundo de 2009, que será entregue no próximo dia 21, em Zurique, na Suíça. O meia Kaká, do Real Madrid, está entre os cinco principais nomes divulgados pela entidade para premiação masculina.

Além de Kaká, o português Cristiano Ronaldo, também do Real, o argentino Messi (grande favorito a ser eleito o maior do mundo) e os espanhóis Iniesta e Xavi, esses três últimos do Barcelona, são os outros finalistas na votação que é realizada por meio da participação de treinadores e capitães de seleções nacionais de todo o mundo.

Os eleitores em questão já deram os seus votos após receberem uma lista de indicados ao prêmio elaborada por especialistas da Comissão de Futebol da Fifa.

Entre as mulheres, Marta, atual tricampeã da premiação feminina, está entre as finalistas ao lado da compatriota Cristiane, companheira de clube no Santos, das alemãs Inka Grings e Birgit Prinz e da inglesa Kelly Smith.

A lista divulgou as finalistas ao prêmio nesta segunda-feira depois ter anunciado, no último dia 30 de outubro, uma lista de 23 candidatos a melhor jogador do mundo e uma outra com 10 concorrentes à honraria entre as mulheres. Nesta listagem inicial de jogadores do prêmio masculino também estavam os nomes do meia Diego, da Juventus, e do atacante Luís Fabiano, do Sevilla.

Na votação realizada no ano passado, Cristiano Ronaldo foi eleito o melhor jogador do mundo com a camisa do Manchester United, depois de Kaká ter vencido a eleição em 2007, quando defendia o Milan.

08
dez
09

OS MELHORES DO CAMPEONATO BRASILEIRO:

GOLEIRO

Ouro – Vitor (Grêmio

Prata – Marcos (Palmeiras)

Bruno – (Flamengo)

LATERAL-DIREITO

Ouro – Jonathan (Cruzeiro)

Prata – Léo Moura (Flamengo)

Bronze – Vitor (Goiás)

ZAGUEIRO-DIREITO
Ouro – André Dias (São Paulo)

Prata – Danilo (Palmeiras)

Bronze – Chicão (Corinthians)

ZAGUEIRO ESQUERDO

Miranda (São Paulo)

Prata – Réver (Grêmio)

Bronze – Ronaldo Angelim (Flamengo)

LATERAL-ESQUERDO

Ouro – Júlio César (Goiás)

Prata – Armero (Palmeiras)

Bronze – Kléber (Inter)

VOLANTE-DIREITO

Ouro – Hernanes (São Paulo)

Prata – Pierre (Palmeiras)

Bronze – Willians (Flamengo)

VOLANTE-ESQUERDO

Ouro – Guiñazu (Inter)

Prata – Maldonado (Flamengo)

Bronze – Sandro (Internacional)

MEIA-DIREITO

Ouro – Diego Souza (Palmeiras)

Prata – Cleiton Xavier (Palmeiras)

Bronze – Souza (Grêmio)

MEIA-ESQUERDO

Ouro – Petkovic (Flamengo)

Prata – Marcelinho Paraíba (Coritiba)

Bronze – Conca (Fluminense)

ATACANTE 1

Ouro – Diego Tardelli (Atlético-MG)

Prata – Fred (Fluminense)

Bronze – Fernandinho (Barueri)

ATACANTE 2

Ouro – Adriano (Flamengo)

Prata – Ronaldo (Corinthians)

Bronze – Iarley (Goiás)

TÉCNICO

Ouro – Andrade (Flamengo)

Prata – Silas (Avaí)

Bronze – Celso Roth (Atlético-MG)

ÁRBITRO

Ouro – Heber Roberto Lopes (PR)

Prata – Leonardo Gaciba (RS)

Bronze – Paulo César Oliveira (SP)

REVELAÇÃO

Fernandinho (Barueri)

CRAQUE DA GALERA

Conca (Fluminense)

CRAQUE DO CAMPEONATO
Diego Souza (Palmeiras)

08
dez
09

Diego Souza surpreende e é eleito o Craque do Brasileirão

Meio-campo do Palmeiras superou os campeões Adriano e Petkovic em cerimônia realizada pela CBF

RIO – Em festa no Rio de Janeiro, a Confederação Brasileira de Futebol (CBF) premiou os principais nomes do Campeonato Brasileiro. A escolha do meia Diego Souza, do Palmeiras, como o melhor da competição, surpreendeu – superou Petkovic e Adriano, do campeão Flamengo. O clube rubro-negro, pelo menos, teve o técnico Andrade como grande destaque.

Além de Andrade, o Flamengo também teve a escolha de Adriano e de Petkovic para a seleção do Brasileirão – o Imperador não compareceu ao evento. O time com mais jogadores premiados foi o São Paulo, que acabou na terceira posição da tabela – o clube paulista teve o volante Hernanes e os zagueiros Miranda e André Dias.

A seleção do Brasileirão 2009 ficou assim: Victor (Grêmio); Jonathan (Cruzeiro), André Dias (São Paulo), Miranda (São Paulo) e Júlio César (Goiás); Hernanes (São Paulo), Guiñazu (inter), Diego Souza (Palmeiras) e Petkovic (Flamengo); Diego Tardelli (Atlético-MG) e Adriano (Flamengo).

O evento também contou com um momento especial: a entrega das taças para os campeões de todas as divisões do Brasil. São Raimundo (PA), na Série D, América (MG), na Série C, Vasco (RJ), na Série B, e Flamengo (RJ), na Série A. O goleiro Bruno, capitão do rubro-negro, subiu ao palco emocionado para receber o troféu.

A arbitragem também foi lembrada. O melhor juiz do Brasileirão foi o paranaense Héber Roberto Lopes. O gaúcho Leonardo Gaciba ficou em segundo lugar, seguido pelo paulista Paulo César de Oliveira.

08
dez
09

Receita libera consulta ao maior lote da história do IR

Renata Veríssimo – Agencia Estado

BRASÍLIA – A Receita Federal libera nesta terça-feira, 8, a partir das 9 horas, a consulta ao maior lote da história de restituição de Imposto de Renda da Pessoa Física (IRPF). Serão devolvidos R$ 2,407 bilhões para 1,935 milhão de contribuintes. Quem não estiver no último lote deste ano caiu na malha fina e pode consultar o extrato de processamento da declaração na página do órgão na internet.

Em novembro, a Receita já havia devolvido um megalote de R$ 1,97 bilhão. O volume de devoluções cresceu neste final de ano porque, nos meses anteriores, o governo atrasou deliberadamente a liberação das restituições do IR em uma tentativa de compensar a queda na arrecadação de tributos federais neste ano. O ministro da Fazenda, Guido Mantega, chegou a cogitou deixar parte das restituições para 2010, mas, preocupado com o desgaste político da medida, depois que a informação veio a público, recuou.

A Receita informou que os valores desse último lote de restituições estarão creditados nos bancos no dia 15 de dezembro. As restituições serão corrigidas em 6,05% referentes à taxa básica de juros (Selic) do período de maio a dezembro deste ano. Este último lote inclui 33.439 contribuintes com mais de 60 anos, que, pelo Estatuto do Idoso, têm prioridade no recebimento das devoluções do Imposto de Renda. Também foram contemplados os contribuintes que entregaram declaração em formulário de papel.

Para saber se a restituição foi liberada, a pessoa deve acessar a página da Receita na internet ou ligar para o Receitafone (146), informando o número do CPF.

Lote residual

O Fisco também libera hoje um lote residual de 2008, com restituições no valor de R$ 92,25 milhões. Os valores estarão corrigidos em 18,12%, equivalente a taxa Selic de maio de 2008 a dezembro de 2009. Foram contemplados 67.709 contribuintes.

Caso o valor não seja creditado, o contribuinte deverá se dirigir ou ligar para uma das agências do Banco do Brasil ou para o ”BB responde” (4004-0001 nas capitais ou 0800-729-0001, nas demais localidades) para agendar o crédito em conta corrente ou poupança em seu nome, em qualquer banco. A restituição ficará disponível no banco por um ano.

08
dez
09

Os fichas-sujas

Deu em O Globo:
De Iimar Franco:

A votação do projeto que torna inelegíveis os candidatos com ficha suja está nas mãos dos líderes dos partidos na Câmara. Hoje, o presidente da Casa, Michel Temer (PMDB-SP), vai propor que ele seja votado com uma alteração: será considerado ficha-suja quem tiver sido condenado em segunda instância, por se tratar de decisão colegiada. O projeto original prevê que seja penalizado quem for condenado em primeira instância.

08
dez
09

Casa é voto

artigo

Pouco a pouco os governos redescobrem a outra prioridade fundamental do país além do combate à fome: a casa.

O direito de moradia, direito de propriedade. Viabilizar casas populares voltou à pauta política. Seja do governo federal, estadual ou municipal.

Já são muitos e cada vez mais os estudos, pesquisas, programas, experiências neste sentido. Os caminhos são múltiplos: programas de doação de moradias, financiamento habitacional, regularização fundiária. Em Brasília, São Paulo, Rio de Janeiro, por exemplo. Não sem tempo.

Sobretudo porque casa é voto.

A importância da casa própria é central para qualquer nação, qualquer governo, qualquer país.

No Segundo Tratado sobre o Governo Civil de 1690, John Locke já dizia que a principal função dos governos era proteger o direito de propriedade.

Margaret Thatcher manteve-se no poder por onze anos e um dos fatores para tanto foi ter recebido a Grã Bretanha com 54% de proprietários de baixa renda e deixado com 67%.

Um dos motivos pelos quais os russos preferiam Yeltsin a Gorbachev era o fato de Gorbachev não ter cumprido com a promessa que fizera: todos poderiam comprar o imóvel onde moravam.

Depois de 69 anos de apologia à propriedade coletiva, o que os russos queriam mesmo era teto, abrigo, casa própria, direito de propriedade individual.

Sintomaticamente, a atual crise financeira dos Estados Unidos cresce no mercado de hipotecas, com as empresas Fannie Mae e Freddie Mac,, quando estenderam o crédito habitacional imprudentemente.

Passada a crise, alguns analistas até afirmam que, mesmo com a perda de casas dos inadimplentes, hoje existem mais americanos com casa própria do que antes. Paradoxalmente, explodiu mas melhorou.

A cultura da casa própria é tão vital e tão arraigada que ignora leis, códigos e justiça.

Na pesquisa realizada pelo Instituto Atlântico com apoio do Instituto Gerdau na favela do Cantagalo no Rio de Janeiro, 92% se dizem “proprietários” do imóvel onde vivem.

Mesmo não o sendo legalmente. São ilegais. Mais ainda: 92% têm o imóvel exclusivamente para moradia.

A FGV calculou o déficit habitacional brasileiro em 5,572 milhões de moradias em 2008. O prefeito Eduardo Paes estima uma demanda estocada por habitação no Rio de cerca de 300 mil casas.

Ou seja, não tem orçamento público, programa de financiamento, mercado imobiliário, mesmo todos juntos, capacidade para atender este déficit. São todas iniciativas necessárias, mas insuficientes.

Só existe uma saída. Acrescer a todas estas, fortes e abrangentes, programas de regularização fundiária das favelas. Regularização em escala.

O Estatuto da Cidade que previu o usucapião urbano como forma de adquirir a propriedade não funcionou. Burocrático demais, caro demais, demorado demais, sofisticado demais.

Quem descobrir mecanismos jurídicos para uma rápida regularização fundiária pelo menos dos imóveis em terras públicas urbanas, ganha o jogo.

O Rio de Janeiro aprovou a emenda 42 a sua Constituição que diz em seu art. 68 que os bens imóveis do Estado poderão ser doados “a programas de regularização fundiária, inclusive para fins de assentamento de população de baixa renda”.

Desobstruiu a artéria legal. Bom começo.

08
dez
09

Jornal confuso

Imprensa

O Correio Braziliese está tão atarantado com a cobertura do Mensalão do DEM que em sua capa de hoje chama de “legítima” a ocupação por estudantes e sindicalistas da Câmara Legislativa do Distrito Federal.

E em página interna repete que a ocupação é “legítima”. Sem aspas.

Ora, não é. Pode ter sido. Deixou de ser. E o jornal sabe disso.

A ocupação foi legítima até a juíza Júnia de Souza Antunes, do Tribunal de Justiça do Distrito Federal e Territórios, decretar na última sexta-feira que ela é ilegítima. E mandar acabar com ela.

A ordem da juíza seria cumprida ontem. Não foi porque a Polícia Militar alegou que não se preparara para a operação. A juíza então endureceu.

Despachou um ofício para o secretário de Segurança Pública, Valmir Lemos, ameaçando entregar a tarefa à Polícia Federal caso sua decisão não seja cumprida em 24 horas.

Quanto mais a ocupação demorar, melhor para o governador José Roberto Arruda às voltas com vários pedidos de impeachment que não podem tramitar na Câmara.

Ela começou a acabar há pouco e espontâneamente.

Pegou muito mal para o Correio seu escancarado alinhamento com Arruda desde 2007 – antes havia sido com o governador Joaquim Roriz. E sua tentativa sem disfarce de desvincular Arruda do escândalo.

Foi assim nos dois primeiros dias. Aquelas edições são memoráveis! Depois não deu mais.

Fragilizado diante da opinião pública do Distrito Federal, o jornal agora está com medo de se indispor com os estudantes.




dezembro 2009
D S T Q Q S S
 12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
2728293031