18
dez
09

Menino Sean ficou emocionado com decisão do STF, diz avó materna

DENISE MENCHEN
da Folha de S.Paulo, no Rio

Com a família reunida na casa onde mora com o marido, o genro e os dois netos, a empresária Silvana Bianchi, avó de Sean, disse na quinta-feira (17) que o menino ficou “emocionado” com a decisão do STF. Segundo ela, a criança escreveu um cartaz a Lula na esperança de que o presidente poderia mantê-lo no país. “Isso partiu dele, do coração dele, da aflição dele de ser separado da irmã e da família”, afirmou por telefone.

FOLHA – Como vocês receberam a notícia da liminar do STF?
SILVANA BIANCHI – Aliviados da pressão de ontem, daquela sentença infeliz que houve ontem. Porque aquilo foi uma arbitrariedade. Finalmente vai se cumprir a Constituição.

FOLHA – Mas o plenário do Supremo ainda terá que decidir se Sean vai ser mesmo ouvido pela Justiça…
BIANCHI – Sim, mas há que se cumprir a Constituição.

FOLHA – Vocês acreditam que, se o menino for ouvido, a posição da Justiça sobre o caso pode mudar?
BIANCHI – Não sei o que acontecerá. Mas, pela primeira vez, Sean vai conseguir o que quer.

FOLHA – Como foi a espera pelo julgamento do processo no TRF e do habeas corpus no STF?
BIANCHI – A gente ficou perplexo, sem saber o que ia acontecer. Porque é difícil para desembargadores que não são de Justiça de família avaliarem uma matéria que não é da especialidade deles. É muito difícil um desembargador que julga firmas e coisas assim julgar uma coisa de direito de família. A decisão dos desembargadores, de separar dois irmãos, foi uma brutalidade. Nem na guerra se separa irmãos.

FOLHA – Quando ele pintou os cartazes?
BIANCHI – Ontem. Foi [a expressão do] desejo dele de criança. Na angústia, fez aquele desenho pedindo ao presidente que atendesse o desejo dele. Porque durante esse processo, que já dura um ano e meio, ele fala e não é ouvido. Ele diz: “Ninguém me escuta, ninguém me respeita.” Tanto que, no cantinho do desenho, colocou: “Vocês têm que me compreender”.

FOLHA – Vocês conversaram com ele sobre a sentença do TRF?
BIANCHI – Em momento nenhum desse processo nós escondemos alguma coisa do Sean. O Sean participa conosco de todas as nossas angústias, nossas alegrias. Então, ontem [anteontem], ele sabia exatamente a nossa angústia. E então, ele fez esse cartaz. Pegou uma folha grande, o lápis e disse: “Eu vou escrever uma coisa para o Lula. Ele tem que me ouvir, tem que me compreender”.

Fiquei muito emocionada quando vi. Porque isso partiu dele, do coração dele, da aflição de ser separado da irmã e da família. Porque o David Goldman é o pai biológico, mas não tem sido uma pessoa muito presente ultimamente. Isso deixa uma lacuna muito grande na parte da relação afetiva da criança.

FOLHA – E como foi a reação dele quando soube hoje que não ia precisar voltar para os Estados Unidos?
BIANCHI – Ficou muito emocionado. Antes estava muito ansioso. Imagina um menino de nove anos e meio perder toda uma relação afetiva que ele tem aqui… Ele já perdeu a mãe, e agora iria perder a irmã, que é a ligação mais próxima que tem de amor à mãe. Isso ia deixar uma lacuna enorme. Então ficou muito feliz.

Anúncios

0 Responses to “Menino Sean ficou emocionado com decisão do STF, diz avó materna”



  1. Deixe um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


dezembro 2009
D S T Q Q S S
« nov   jan »
 12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
2728293031  

%d blogueiros gostam disto: